+55 (67) 3384-2048
Sexta, 20 de Outubro de 2017
Merecemos respeito e não perseguição

REPÚDIO À PERSEGUIÇÃO DE TRABALHADORES

03 OUT 201715h40
Contabilidade

O Sindicato dos Médicos de Mato Grosso do Sul vem a público manifestar seu repúdio à demissão do médico, José Mauro Pinto de Castro Filho, que durante 11 anos dedicou-se infindavelmente aos pacientes e ao hospital Santa Casa.

A direção da Associação Beneficente de Campo Grande – Santa Casa, de maneira absolutamente inaceitável, demitiu arbitrariamente o referido empregado que atuou de maneira intensa no setor de ortopedia, foi chefe do serviço no período de 2012 a 2014 e diretor clínico de 2014 a abril de 2017.

Ontem (02/10), o profissional em questão recebeu o comunicado de sua demissão sumária, das mãos de um funcionário do Departamento Pessoal, sendo interrompido no meio de sua jornada de trabalho, na qual sequer pode concluí-la, revelando o total descaso dos gestores da Santa Casa com o profissional médico que se dedica incessantemente ao hospital, aos pacientes e à saúde pública. Esta atitude nos leva a crer que a dispensa em questão, como tantas outras ocorridas ao longo de 2017, foi em retaliação às críticas que o médico vinha fazendo às condições de trabalho e questionamentos sobre a atual e incoerente forma de gestão empregada pelo hospital nos últimos meses.

É notória a perseguição aos profissionais médicos que, há algum tempo vem ocorrendo naquele hospital.

O Sinmed-MS externa mais uma vez seu repúdio à este ato e informa que prestará todo o apoio jurídico necessário ao Dr. José Mauro, solidarizando-se com sua situação.

Nossa luta é em defesa de todos os médicos e tais perseguições aos profissionais são e sempre serão combatidas com veemência.

 

Comentários
Veja Também