Resolução sobre transplante de órgãos de anencéfalos é revogada

Entrou em vigor nesta terça-feira, 6 de julho, a decisão de revogar a resolução que tratava do transplante de órgãos de anencéfalos. De acordo com o Conselho Federal de Medicina (CFM), além das dificuldades de aplicação dos critérios de avaliação de morte encefálica em anencéfalos, os resultados obtidos com esses órgãos transplantados são precários.


A resolução que foi revogada (nº 1.752/2004) permitia ao médico realizar transplante de órgãos e tecidos de anencéfalo, após o seu nascimento.

Adicionar comentário