BA: médicos mantém greve, só casos de urgência estão sendo atendidos

     Em assembleia no ultimo dia 12, os médicos do Eládio Lasserre reafirmaram a decisão de manter a paralisação das atividades até que os gestores apresentem uma resposta satisfatória às reivindicações. O hospital não está recebendo pacientes transferidos pela Central Estadual de Regulação (CER), Samu ou serviços particulares de transporte médico e os atendimentos da demanda espontânea estão restritos a casos de urgência. No próximo dia 19, ocorrerá uma nova assembleia para avaliar as esperadas respostas dos gestores.

     Atrasos recorrentes de salários, defasagem cada vez maior do valor da remuneração, falta de materiais, dificuldade para realização de exames, aparelhos sucateados, número reduzido de profissionais e falta de segurança fazem parte do dia a dia de médicos e pacientes do Hospital Eládio Lasserre. Desde setembro do ano passado, o Sindimed vem recebendo queixas dos médicos, e por sua vez, encaminhando os problemas à Sesab, através de ofícios, sem solução.

Adicionar comentário