RS: cirurgiões de hospital de Tramandaí atuam sem médico auxiliar

Os médicos cirurgiões do Hospital de Tramandaí, administrado pela Fundação Hospitalar Getúlio Vargas (FHGV), estão atuando sem médico auxiliar em procedimentos cirúrgicos. O problema foi detalhado em reunião com a diretoria e área jurídica do Sindicato Médico do Rio Grande do Sul (SIMERS) na última quinta-feira (28 de maio).

O encontro, na sede do SIMERS em Porto Alegre, pautou medidas a serem acionadas diante da situação que afronta a resolução 1.490, de 1998, do Conselho Federal de Medicina (CFM). O SIMERS enviará ofício à administração da FHGV cobrando uma solução imediata, diante dos prejuízos à população.

Adicionar comentário