Sindicato dos Médicos do Norte do Paraná se filia a FENAM

A filiação do Sindicato dos Médicos do Norte do Paraná (Sindmed) à Federação Nacional dos Médicos (FENAM), instituição sindical de grau superior, é resultado dos esforços da diretoria da FENAM e do sindicato local de aumentar a representação da categoria no país. É a FENAM mais forte e unida aos médicos da base.

A filiação é fruto de reunião ocorrida na tarde desta quinta-feira (1º de outubro), em Londrina (PR), na Associação Médica. O presidente da FENAM, Otto Baptista, manifestou a satisfação de estar recebendo os colegas para fortalecimento das lutas. “É dever dos sindicatos representar o médico e acabar com qualquer aparelhamento. O sindicato é do médico”, afirmou. Ele abordou ainda todas as dificuldades do médico com a precarização dos contratos de boca e a pejotização.

O presidente do Sindmed, Alberto Toshio Oba, agradeceu a presença dos diretores da FENAM em Londrina e reforçou a importância do momento – um marco na gestão dele. “É um momento histórico a presença da FENAM em Londrina, uma das três entidades médicas mais importantes do país. Nós temos visto em torno de Londrina a precarização do trabalho do Médico e a diminuição da contratação dos médicos em substituição ao Mais Médicos. Um sindicato forte é respeitado. Então, estarmos filiados a FENAM é importantíssimo para nós”, destacou.

O presidente do Sindmed, Alberto Toshio Oba, explica que a presença dos diretores da Fenam em Londrina marca também a filiação do Sindmed aos quadros da entidade. “É um momento muito importante para o Sindicato e para os médicos de toda a região norte do Estado, que terão a oportunidade de apresentar suas demandas e debater as muitas dificuldades que, infelizmente, hoje todos nós enfrentamos no exercício da Medicina”, alerta.

O secretário de Finanças da FENAM, Geraldo Ferreira, abordou que a documentação para filiação formal do sindicato à FENAM será concluída ainda nesta quinta-feira, à noite, respeitando o Estatuto da FENAM. Ele alertou que o Sindicato tem uma pendência de atualização de dados no Ministério do Trabalho e Emprego. “Para nós é uma satisfação muito grande estar aqui, porque se faz política trabalhando com as bases, e eu sei da importância quando chega uma instituição nacional na cidade e fortalece as lutas locais, afinal, os problemas dos médicos são semelhantes nos municípios”, destacou.

Participaram da reunião pela FENAM: o presidente da FENAM, Otto Baptista, o secretário de Finanças, Geraldo Ferreira, o secretário- Geral, Mário Ferrari, o secretário de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico, Marlonei dos Santos, o secretário de Benefício e Previdência, Darley Rugeri e diretoria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico, Claudia Paola, e o 3º Suplente do Conselho Fiscal, Wagner Sabino.

Adicionar comentário