Sinmed MS fala da dificuldade em contratar profissionais durante a pandemia

A taxa de ocupação de leitos de UTI em Mato Grosso do Sul continua crescendo, porém para abrir novos leitos, a tarefa não é fácil, a quantidade de profissionais para trabalhar nestas UTIs também precisa ser ampliada. O presidente do Sinmed MS fala da dificuldade em contratar, visto que 2.822 profissionais da saúde já foram infectados com o novo coronavírus e hoje 233 encontram-se afastados. “A situação, hoje, demonstra a dificuldade de contratar mão de obra. Nós vemos muitos profissionais se desdobrando para assumir o papel daqueles que estão afastados, e também muitos remanejamentos nos setores para suprir essa necessidade na porta de entrada, linha de frente e principalmente nos leitos de UTI, que são os mais críticos dentro do combate à Covid-19. Os profissionais estão fazendo carga horária a mais, estão sobrecarregados, as condições de trabalho ficam prejudicadas, porque a pressão e o cansaço atingem esses profissionais.” Destacou..

Adicionar comentário