Santa Casa de Campo Grande atrasa novamente pagamento e médicos entram em estado de greve

Desde o início da semana, os médicos da Santa Casa de Campo Grande, aguardam o recebimento de seus vencimentos, referentes ao mês de outubro. Devido à situação o SinMed-MS (Sindicato dos Médicos de Mato Grosso do Sul), convocou ontem (10), reunião de emergência com os profissionais para definição de estado de greve, ou seja, situação de alerta para uma possível paralisação.

Segundo o presidente do SinMed-MS, Marcelo Santana, os atrasos são recorrentes e os médicos acabam sendo os mais penalizados, já que muitas categorias recebem na data devida e a classe médica não. “Esta é uma situação que sempre se repete e vivemos em constante instabilidade, sem saber se podemos contar com a remuneração dos trabalhos realizados na Santa Casa de Campo Grande”, explica o presidente.

Ele informa ainda que o hospital não tem previsão para realização do pagamento, o que deixa a categoria mais apreensiva. “Não temos nenhum posicionamento referente o dia que será pago, o que torna difícil e desestimulante o esforço de nossos serviços. Por isso, no momento nos encontramos em estado de greve. Isto significa que todos os médicos da Santa Casa de Campo Grande estão de sobreaviso. Caso não seja informada uma previsão de pagamento, será convocada assembleia para a definição de uma paralisação conforme os tramites devidos”, diz Marcelo Santana.     

Adicionar comentário