Nota de Repúdio

O SinMed-MS (Sindicato dos Médicos de Mato Grosso do Sul), avalia como absurdo o decreto municipal publicado hoje (15/02), no Diogrande, em que determina a suspensão do pagamento de produtividade aos profissionais que se licenciarem para tratamento de saúde, por tempo igual ou superior a 1 (um) dia.

Para tanto o SinMed-MS entrará com mandado de segurança para barrar tal ação, já que em um momento de extrema dificuldade em que toda a sociedade está passando, estabelecer normas como esta, mostra absoluta falta de empatia e respeito ao servidor.

No caso da classe médica, além dos profissionais se exporem diariamente à contaminação, estando na linha de frente dos atendimentos, serão punidos com a exclusão da gratificação se precisarem tirar licença para fazer tratamento de saúde. Decretos como este ferem o direito básico à saúde de qualquer cidadão é demonstra descompromisso com a saúde do servidor de saúde do município de Campo Grande.

Adicionar comentário