+55 (67) 3384-2048
domingo, 29 de maro de 2020

Diretoria do SinMed-MS elogia atuação do deputado Federal Henrique Mandetta

08 JUN 2011Por: Fábio Sarzi / Abaetê Comunicação19h48
“Mesmo com pouco tempo de mandato o nosso representante sul-mato-grossense, no parlamento Federal, Luiz Henrique Mandetta, já soube se posicionar e defender a classe médica das injustiças e ações truculentas aplicadas sobre a categoria”, pronuncia o presidente do SinMed-MS, Marco Antônio Leite.

Marco Leite explica que o deputado Federal protocolou na Mesa Diretora da Câmara dos Deputados, o projeto de decreto legislativo que suspende a aplicação de despacho do secretário de Direito Econômico, coibindo manifestações médicas contra os honorários pagos pelos planos de saúde.

“Nossos protestos tiveram uma causa justa e nosso movimento é legítimo, não podemos aceitar que nos coíbam de lutar pelos nossos direitos. Por isso, é importante saber que nossa categoria está sendo bem representada na Câmara pelo deputado Luiz Henrique Mandetta”, diz o presidente.

Para a diretora Administrativa do Sindicato dos Médicos, Luzia Santana, o parlamentar teve sensibilidade ao defender a classe médica e agiu de forma correta e honesta, pois a paralisação organizada pelas entidades médicas não beneficiam apenas os profissionais, mas todos os usuários de planos de saúde. “Os representantes do povo devem representar o povo e nós entendemos que o deputado Mandetta está atuando de forma condizente com o cargo o qual ocupa”, diz a diretora.

Para Luiz Henrique, os Conselhos agem de acordo com os fundamentos éticos regidos para a categoria, garantindo condições adequadas de trabalho e remuneração justa. "Se há contrato, ele deve ser cumprido por ambas às partes. Se não há prestação de uma parte, torna-se inviável cobrar a contraprestação de outra", explica. O deputado acrescenta ainda que o repasse dos honorários médicos feito pelos planos de saúde não acompanham a inflação. "A defasagem é muito grande nos reajustes e isso pode afetar a qualidade do atendimento", revela o parlamentar.
Comentários
Veja Também