+55 (67) 3384-2048
sexta, 29 de maio de 2020

Médicos de Mato Grosso do Sul farão protesto na próxima quarta-feira em prol do Revalida

01 JUL 2013Por: Fábio Sarzi - Abaetê Comunicação01h13
As entidades médicas apresentarão números sobre a situação da saúde e quantidade de profissionais em Mato Grosso do Sul e outras regiões do país.

Em reunião realizada na sede do Sinmed-MS (Sindicato dos Médicos), na última quinta-feira (27), as entidades que representam a classe médica em Mato Grosso do Sul (Sinmed-MS, CRM-MS, AMMS e Academia de Medicina), juntamente com os profissionais decidiram acompanhar as mobilização nacionais o organizar manifestos pela cidade na próxima quarta-feira (03/07), contra a entrada de médicos estrangeiros sem passar pelo exame de revalidação de diplomas.

O manifesto acontecerá em todos os Estados brasileiros e cada região protestará de forma diferente. Em Mato Grosso do Sul não haverá paralisação de atendimento em respeito à população que seria a maior prejudicada. No entanto, foi elaborado um cronograma de atividades para o dia três de julho, data em que os médicos e acadêmicos do curso de medicina se reunirão às 8h, no sindicato dos médicos, para assinar documento que será protocolado na prefeitura, governadoria e no escritório de representação do Ministério da Saúde em Campo Grande.

Durante o encontro no sindicato serão divulgados dados reais sobre a quantidade de médicos no Brasil e outros índices que contrapõem os números anunciados pelo governo. O deputado federal Luiz Henrique Mandetta, também estará presente explicando como parlamentares tem trabalhado para que a ação do governo seja inviabilizada. "Não podemos aceitar que esta atitude eleitoreira do governo prejudique ainda mais a saúde em nosso país, será um atentado contra a população", diz Mandetta.

A experiência em trazer médicos de outros países não foi positiva em locais como Bolívia e a Venezuela. De acordo com o presidente da Federação de Medicina Venezuelana, Douglas León Natera e com o vice-presidente da Confederação Médica Latino-Americana e do Caribe, Aníbal Cruz, a qualidade de atendimento para a população não e melhorou e antes de atuarem não foi apresentada documentação que comprovasse que os cubanos eram formados em medicina. Os dois representantes foram categóricos em dizer que a tentativa em trazer médicos de Cuba foi um fracasso em ambas as nações.

Cronograma de atividades dia 03/07

8h - Reunião Sinmed-MS -
- Assinatura Saúde Mais 10 e Coletiva de Imprensa
- Apresentação em slides com estatísticas atuais sobre Revalida

9h - Entrega de documento
Saída para entrega de documento que será protocolado nos seguintes
órgãos: governadoria, prefeitura e Ministério Público.

16h - Concentração e entrega de documento
Protocolo de documentos e concentração em frente ao escritório de
representação do Ministério da Saúde, localizado na Rua Jornalista
Belizário Lima, 263. (Entre as ruas 14 de julho e 13 de maio)
Comentários
Veja Também