+55 (67) 3384-2048
domingo, 29 de maro de 2020

2º Jornada de Especialidades Médicas apresenta aos acadêmicos a realidade das Entidades

21 JUN 201000h00
SESCON SINMED

O Encontro é uma parceria entre o Conselho Regional de Medicina (CRM-MS), Sindicato dos Médicos de Mato Grosso do Sul (SinMed/MS) e Associação Médica (AMMS) junto aos Centros Acadêmicos de Medicina da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul e Universidade Anhanguera-Uniderp. Em seu primeiro dia, a Jornada teve como objetivo estreitar a relação das Entidades Médicas com os futuros profissionais lembrando sempre da relevância dos órgãos junto à classe médica.

 

O ciclo de palestras foi aberto pelo representante da Associação Médica, Dr.Fábio dos Santos Magalhães que falou sobre os trabalhos da Entidade e destacou a importância da formação póstuma dos profissionais. Segundo  Dr.Fábio, a AMMS trabalha para que a formação e informação do médico sejam constantes. A participação dos profissionais junto às entidades foi mais uma vez destacada.

 

O diretor de jornalismo do Sindicato dos Médicos, Dr. Neudes Ribeiro, também tratou a importância da participação da classe acadêmica junto aos órgãos de representatividade e falou sobre as ações do Sindicato enquanto órgão representativo.

 

A apresentação foi composta pela política de atuação do SinMed/MS e suas diversas campanhas visando a melhoria das condições de trabalho, salariais, aplicação da CBHPM, entre outros. Os trabalhos de educação continuada, realização de cursos e congressos, além dos serviços de Assessoria Jurídica na defesa médica e Contábil também foram destacados pelo diretor de jornalismo da Entidade.

 

Para encerrar a primeira parte do evento o Dr. Antônio Carlos Bilo falou sobre a importância do CRM/MS e, assim como os demais, pediu a participação dos acadêmicos nas Entidades para que o movimento médico tenha força.

Dr.Bilo falou também sobre o receio dos profissionais em relação ao Conselho. “O CRM tem o papel de regulamentar, mas não é nenhum “monstro”, e sim um parceiro do médico” destacou.

 

A visão de corporativismo atribuída pela comunidade e pela mídia ao Conselho também foi destacada. Segundo Bilo, o Conselho não pode e não deve ser corporativista e os julgamentos devem ser voltados ao profissional e não ao indivíduo. O médico éxplicou também como é feita a análise das denúncias que chegam ao CRM e como são aplicadas as penas dependendo dos casos.

 

O presidente do Conselho Regional de Medicina, Dr. Juberty Antônio de Souza, destacou a importância da união das Entidades Médicas na luta pela dignidade profissional, lembrando o sucesso da 1º Jornada de Especialidades Médicas, realizada em 2009. Segundo o presidente "encontros como este devem ser inseridos no calendário de atividades para que os órgãos se fortaleçam e ganhe maior notoriedade perante aos futuros profissionais médicos".

Comentários