+55 (67) 3384-2048
quinta, 09 de julho de 2020

ANS cria grupos de trabalho para discutir honorários médicos

28 JUL 201000h00
SESCON SINMED

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), por meio de nota, informou sobre a criação de dois grupos de trabalho, um para discutir os honorários médicos e outro para analisar a remuneração de hospitais.

Segue trecho da nota de esclarecimento:

"A ANS entende que a realização simultânea desses dois grupos de trabalho é favorável ao debate de condições que tragam maior sustentabilidade para a saúde suplementar no Brasil", diz a nota.

No documento, a Agência demonstra não estar de acordo com qualquer tipo de incentivo que prejudique o beneficiário com o recebimento de menos do que o necessário para o seu diagnóstico e tratamento. O grupo voltado para a questão dos médicos não vai entrar no mérito do valor dos procedimentos, que devem ser acordados por médicos e contratantes. A ANS orienta, entretanto, que a remuneração aconteça de acordo com a complexidade técnica, tempo de execução, atenção requerida e grau de treinamento do profissional. Segundo a Agência, o intuito da iniciativa é discutir critérios para reajustar os valores dos serviços prestados, que devem aparecer nos contratos firmados entre as operadoras e os médicos.

REAJUSTE

Sobre a iniciativa da ANS, o presidente do Sindmédico-DF ressaltou que a Agência precisa dar mais atenção ao prestador de serviço médico. "A ANS tem se esquecido do médico. Ela tem considerado só o lado das operadoras e pacientes", disse Gutemberg Fialho. "Os debates da ANS sobre os reajustes precisam de interlocução médica significativa. Caso contrário, a discussão não vai resultar em bons reajustes nos valores das consultas", concluiu.

Comentários