REVANCHE?

O presidente do Sindicato dos Médicos do Distrito Federal (SindMédico-DF), Gutemberg Fialho, recebeu denúncia de que o governador teria colocado a Polícia Civil de prontidão para prender sumariamente médicos acusados de omissão de socorro.

A denúncia foi ao ar no programa de web TV do sindicato (TV SindMédico), na noite da terça-feira e causou indignação entre profissionais da medicina e sindicalistas de outras categorias que se preocuparam com a gravidade do fato.

“Não há omissão de socorro por parte dos médicos, faltam profissionais”, garantiu Gutemberg, que apontou a ineficiência e a falta de comprometimento da atual gestão para diminuir os problemas da saúde pública, que não começaram com a deflagração da greve. “As taxas de mortalidade estão subindo desde o início deste governo”, apontou.

Com a falta de profissionais para preencher os turnos de plantão, se a ameaça for cumprida, pacientes podem até ficar sem atendimento nas emergências dos hospitais e UPAs.

Diante da possibilidade desse tipo de retaliação por parte do governador, o presidente do SindMédico-DF pediu intensificação do plantão jurídico, que deve ser acionado pelo celular 9988 3688.

Assista abaixo ao trecho da entrevista de Gutemberg, na TV SindMédico. O programa completo está disponível no canal do YouTube do sindicato.

Adicionar comentário