PI: VITÓRIA! Justiça do Trabalho barra terceirização do Hospital Justino Luz

Após denúncias feitas pelo Sindicato dos Médicos do Piauí (SIMEPI) ao Ministério Público do Trabalho, a Justiça do Trabalho determinou que seja rescindido o contrato com a Organização Social que iria realizar a terceirização do Hospital Justino Luz de Picos, no prazo de 30 dias, em caso de descumprimento poderá ser aplica multa de até R$ 1 milhão ou até mesmo a prisão do Secretário Estadual de Saúde. Essa é mais uma vitória resultado da luta instransigente do sindicato em defesa da categoria médica.

Adicionar comentário