Com salários em atraso, médicos da prefeitura cedidos ao estado se reúnem com dirigentes do Sinmed

 Médicos da prefeitura cedidos ao Estado estão sem receber o salário desde setembro do ano passado. Cerca de 40 profissionais que prestam serviço na CERA (Central Estadual de Regulação) e SAMU esperam a regularização salarial.

Segundo a SESAU, o repasse do mês de setembro e outubro já foi normalizado e brevemente será depositado aos servidores. Em relação aos meses pendentes, a prefeitura aguarda o governo do estado que, em reunião com o secretário municipal de saúde, comprometeu-se a repassar e regularizar o atraso em até no máximo 30 dias.

O Sinmed-MS apoia qualquer decisão tomada pelos médicos reguladores, visto que o atraso salarial já completa seis meses. Segundo o presidente do sindicato, Flávio Freitas Barbosa, além do atraso, os servidores da prefeitura não têm reajuste salarial há três anos, e enfrentam outros fatores que prejudicam ainda mais a atuação, destes profissionais, nas unidades de saúde.

O salário em atraso dos médicos reguladores totaliza aproximadamente R$ 735 mil.

Adicionar comentário