Simpósio debate demandas judiciais na Medicina

As demandas judiciais envolvendo médicos, hospitais, clínicas e demais sistemas de saúde serão temas do Simpósio médico-jurídico “Biodireito e Saúde”, que tem início no dia 17 de abril, em Campo Grande. O Sinmed-MS (Sindicato dos Médicos) e a ESA/MS (Escola Superior de Advocacia) fazem parte da organização do simpósio.

A programação conta com palestras sobre erros médicos, eutanásia, código de conduta profissional médica e demandas envolvendo operadoras de plano de saúde, dentre outras.

Segundo a coordenadora do evento, advogada Giovanna Trad Cavalcanti, nas últimas décadas foi constatado o aumento de demandas judiciais em face de médicos, hospitais, clínicas e congêneres. “Houve um crescimento exponencial de processos ético-profissionais contra médicos e outros profissionais da saúde. A medicina e o direito são duas áreas do conhecimento com ampla conexão, razão por que os profissionais devem buscar o estudo e aprimoramento”, avalia Giovanna.

Para o presidente do Sinmed-MS, Marco Antônio Leite, os temas abordados no simpósio são de extremo interesse da classe médica, pois estão diretamente relacionados ao cotidiano da maioria dos profissionais. "Devemos sempre debater assuntos que impactam direta e indiretamente na vida do médico, e a busca constante por informação e conhecimento é primordial para oferecer serviço de qualidade e evitar eventuais problemas", diz o presidente.   

Dentre os palestrantes, participam desembargadores, advogados e médicos, com temas que vão da judicialização da medicina, eutanásia (morte assistida) e a visão dos tribunais nos processos de “erro médico”.

O simpósio será realizado no auditório da OAB/MS, na Avenida Mato Grosso, 4700, nos dias 17 (noite) e 18 (dia todo). Faça sua inscrição e confira toda a programação, clicando aqui.

Adicionar comentário